Última hora

Última hora

O caos volta a Atenas

Em leitura:

O caos volta a Atenas

Tamanho do texto Aa Aa

Os gregos não desistem do braço de ferro contra as medidas de austeridade impostas a Atenas pela Troika.

Os transportes públicos gregos voltam hoje a paralisar na sequência da greve dos trabalhadores dos setor público trata-se do sexto protesto em duas semanas.

Os controladores aéreos juntaram-se à contestação e forçaram o cancelamento de mais de 30 voos domésticos e internacionais durante o dia de ontem.

As greves fazem agora parte do quotidiano dos gregos este homem diz que “estão habituados e que não tem problema quando não há transportes andam a pé”.

“Há pior do que isso. O que mais quer a União Europeia de nós? Vamos ficar como a Índia e o Paquistão”, diz outro homem.

O governo de Atenas está obrigado a atender às exigências da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional, para poder aceder ao segundo pacote de ajuda ao país. São oito mil milhões de euros que deverão ser entregues ao país nos próximos meses, se as medidas de austeridade pedidas forem aplicadas em todo o setor público.