Última hora

Em leitura:

Petroleiro derrama crude ao largo da Nova Zelândia


Nova Zelândia

Petroleiro derrama crude ao largo da Nova Zelândia

A Nova Zelândia está a viver um desastre ambiental que ameaça o verão que se aproxima.

As praias perto do Monte Mauganui, junto à cidade de Tauranga, começaram a ser invadidas por pedaços de crude derramado pelo petroleiro Rena, da Libéria.

O governo neozelandês já mandou a marinha comandar as operações para limitar os efeitos do derrame.

O jornalista Seamus Kearney falou ao telefone com um pescador da zona, Barry Connolly: “Não há desculpa para alguém encalhar naquelas rochas, que estão bem assinaladas, há um farol na ilha ao lado. Está em todos os mapas marítimos e com os meios eletrónicos atuais, não há nenhuma desculpa. Há muita revolta e penso que com razão. Como faltou a resposta imediata, toda a gente, incluindo eu, pensava que no dia seguinte viriam navios ajudar na remoção do crude, mas estas coisas demoram tempo a organizar. Só espero que o governo comece a tratar deste assunto com rapidez”.

Estas praias são muito frequentadas pelos turistas e pelos neozelandeses. O monte Mauganui é uma atração turística na Nova Zelândia. Por enquanto, os estragos são limitados. A marinha vai tentar retirar os 1700 metros cúbicos de crude que estão a bordo do petroleiro encalhado.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Polónia: coligação reconduzida para novo mandato