Última hora

Última hora

Televisão privada tunisina alvo de islamitas

Em leitura:

Televisão privada tunisina alvo de islamitas

Tamanho do texto Aa Aa

A televisão privada Nessam da Tunísia foi alvo de uma tentativa de ataque por parte de duas centenas de salafistas. Mas a polícia interveio e evitou o pior.

De seguida uma outra centena de pessoas juntou-se em frente ao canal para lançar palavras de ordem de protesto e de exaltação do Islão. Várias dezenas foram detidas.

Na origem da contestação está a difusão do filme Persépolis, que retrata a vida de uma jovem iraniana no exílio europeu. Um filme considerado por islamitas como blasfemo.

Os protestos foram convocados na internet. O canal recebeu várias ameaças de morte. Mesmo assim o filme deverá ser novamente difundido esta terça-feira. A televisão diz que não vai ceder às intimidações.

A contestação acontece depois de um aceso debate e contestação pela proibição do uso do véu islâmico nas universidades e a duas semanas das primeiras eleições após a queda do presidente Ben Ali