Última hora

Última hora

Egito: vice-primeiro-ministro demite-se após violência no Cairo

Em leitura:

Egito: vice-primeiro-ministro demite-se após violência no Cairo

Tamanho do texto Aa Aa

O vice-primeiro-ministro do Egito, Hazem Beblawi, demitiu-se na sequência dos confrontos entre cristãos coptas e a polícia militar, que fizeram 25 mortos no domingo.

A responsabilidade pela violência tem sido apontada tanto às forças da ordem, como aos manifestantes coptas ou ainda a “elementos infiltrados” no protesto do Cairo.

Na capital egípcia, uma mulher diz que “muçulmanos e cristãos comem e bebem juntos e sempre foram amigos. O que aconteceu faz parte de uma conspiração motivada pelas eleições”.

Outro residente do Cairo acrescenta que “toda a vida, cristãos e muçulmanos têm vivido juntos, sem discriminação. Muitos problemas que surgiram no passado foram rapidamente resolvidos. O que aconteceu é totalmente estranho e é preciso descobrir a sua origem”.

Milhares de cristãos coptas assistiram, na catedral do Cairo, aos funerais dos mortos de domingo.

Os militares, no poder, ordenaram a formação de uma comissão de inquérito.

O Egito teme que o agravamento das tensões interconfessionais ponha em risco o delicado processo de transição política.