Última hora

Última hora

Sentença de Timochenko motiva ira entre apoiantes

Em leitura:

Sentença de Timochenko motiva ira entre apoiantes

Tamanho do texto Aa Aa

A leitura da sentença contra Iulia Timochenko provocou vivas reações no exterior do tribunal em Kiev, onde estavam reunidos cerca de dois mil apoiantes da musa da Revolução Laranja de 2004.

O vice-presidente do partido de Timochenko diz que “a mensagem [da União Europeia] é bastante clara. Não só ela deve ser libertada, como outros ex-membros do seu governo. É algo importante, mas não suficiente. Suficiente seria deixá-los participar livremente nas eleições, incluindo as de 2012”.

A procuradoria de Kiev defende, por seu lado, que a sentença é inevitável.

A procuradora Lilia Frolova afirma que “a questão é que Timochenko interferiu no funcionamento da Naftogaz na Ucrânia e ultrapassou os seus poderes. Não tinha o direito de dar ordens para concluir um acordo de abastecimento de gás com a Gazprom”.

Desiludidos com a decisão do tribunal, alguns dos apoiantes de Timochenko envolveram-se em confrontos com as forças de segurança. Pelo menos sete pessoas foram detidas.

O correspondente da euronews, Sergio Cantone, explica que “há um forte sentimento de deceção, em frente ao tribunal de Kiev, depois do veredicto contra Iulia Timochenko. O presidente e o Parlamento podem talvez decidir mudar a lei sob pressão da comunidade internacional, despenalizando o delito pelo qual Timochenko foi acusada e condenada”.