Última hora

Última hora

Apoiantes de Timochenko prometem continuar mobilizados

Em leitura:

Apoiantes de Timochenko prometem continuar mobilizados

Tamanho do texto Aa Aa

O acampamento de apoio a Iulia Timochenko em frente ao tribunal de Kiev que condenou a ex-primeira-ministra ucraniana continuará mobilizado até ao recurso.

Cerca de 200 apoiantes da musa da Revolução Laranja de 2004 montaram tendas no local em protesto contra a pena de sete anos de prisão pelo delito de abuso de poder, vista como uma tentativa do presidente Viktor Ianukovitch de afastar a oposição.

Um manifestante explica que vão ficar “até que sejam expulsos ou que Timochenko seja libertada”.

A entrada do tribunal continua cercada pela polícia, enquanto efetivos das forças especiais vigiam o acampamento.

Face à multiplicação das críticas, a formação de Ianukovitch tenta defender a decisão do tribunal.

O responsável de Relações Internacionais do Partido das Regiões diz que partilham “as preocupações de Bruxelas, mas [a Ucrânia] funciona como qualquer outro país europeu, assente em princípios de divisão de poderes”.

A imprensa ucraniana não poupa o regime, dizendo que o país segue o mesmo caminho que a Bielorrússia de Aleksander Lukashenko. Uma televisão frisou mesmo que Ianukovitch conseguiu o improvável, ao ser simultaneamente criticado pelos Estados Unidos, a União Europeia e a Rússia, que raramente se une ao coro ocidental.