Última hora

Última hora

Detenções entre o movimento "Ocupar Wall Street" na véspera do protesto global "Unidos pela Mudança"

Em leitura:

Detenções entre o movimento "Ocupar Wall Street" na véspera do protesto global "Unidos pela Mudança"

Tamanho do texto Aa Aa

Nem o anúncio do adiamento da limpeza da praça de Manhattan, onde há mais de um mês o movimento “Ocupar Wall Street” assentou arraiais, impediu uma nova jornada de confrontos entre os manifestantes e a polícia.
 
O movimento contesta os biliões de dólares gastos para salvar instituições financeiras - que voltaram a ter lucros milionários - enquanto a classe média é vítima do desemprego, da insegurança no trabalho e refém dos empréstimos.
 
Esta sexta-feira, cerca de 1000 pessoas desceram até Wall Street apanhando a polícia de surpresa. Pelo menos 7 pessoas foram detidas em Nova Iorque. O protesto espalhou-se entretanto por 1700 cidades norte americanas e em centenas de universidades.
 
Sábado está convocado um protesto à escala mundial promovido pelo movimento “Unidos por uma Mudança Global” com manifestações previstas em mais de 80 países e quase 1000 cidades.
 
Lisboa, Porto, Braga, Coimbra, Barcelos ou Angra do Heroísmo são algumas das cidades portuguesas que se juntam ao protesto para “varrer” os excessos dos mercados financeiros – que não têm qualquer relação com a economia real – e lutar por um sistema que promova o bem-estar de todos.