Última hora

Última hora

Ministro da Defesa britânico demite-se

Em leitura:

Ministro da Defesa britânico demite-se

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro da Defesa britânico demitiu-se, antecipando-se ao julgamento da opinião pública, depois de reveladas as suas relações estreitas com um negociante de armamento.

Lian Fox partiu a grande velocidade, logo que foram conhecidas as suas ligações com Adam Werritty, um homem relacionado com os negócios da defesa e que se intitulava seu conselheiro oficial.

David Cameron, o Primeiro-Ministro já reagiu e elogiou o trabalho de Liam Fox:

“Eu penso que foi absolutamente correto, no momento em que se conheceram os fatos, antes de um qualquer julgamento. Eu compreendo-o, porque o Liam Fox decidiu renunciar embora, obviamente, seja penoso pensar nisso, porque fez um bom trabalho, no Ministério da Defesa, esclarecendo a confusão deixada pelo último governo e dando uma boa liderança a esse departamento, quando estamos em ação na Líbia e também, naturalmente, no Afeganistão”.

Fox visitou as tropas britânicas na Líbia e também no Afeganistão.

Na carta de demissão, reconhece que cometeu o erro de misturar interesses privadas, com a sua vida pública.

E garante que Adam Werritty não retirou qualquer benefício da amizade entre os dois.

Apenas mandou imprimir cartas e cartões de visita onde se diz Conselheiro do ministro da Defesa.