Última hora

Última hora

Síria: Deserções no exército colocam país à beira da guerra civil

Em leitura:

Síria: Deserções no exército colocam país à beira da guerra civil

Tamanho do texto Aa Aa

A Síria está à beira da guerra civil. De acordo com a Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos, Navi Pillay, já morreram mais de 3000 pessoas desde março por causa da repressão do regime de Bashar al-Assad. Por outro lado, há cada vez mais soldados a abandonarem o exército. Sobre esta questão, a euronews falou ao telefone com Abdel Raouf Darwish, um elemento da oposição síria radicado em Paris:

“Tenho a certeza que vai haver mais deserções entre os oficiais do exército. No início estas deserções eram limitadas, quer quanto ao número de soldados quer no que respeita ao número de localidades. Agora este fenómeno está a tornar-se ameaçador para o próprio regime.”

Na quinta-feira morreram quatro dezenas de opositores, mais de metade eram desertores do exército que se envolveram em tiroteios com as forças leais ao regime. Esta sexta-feira realizaram-se várias manifestações em homenagem aos chamados “homens livres do exército”.