Última hora

Última hora

Sábado sangrento no Iémen

Em leitura:

Sábado sangrento no Iémen

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos sete pessoas morreram em confrontos com a polícia, este sábado, na capital do Iémen.

O centro de Saná foi palco de mais uma manifestação contra o regime de Ali Abdalá, contestado nas ruas pelo povo desde janeiro deste ano.

O General regressou ao Iémen no mês passado depois de mais de três meses na Arábia Saudita a recuperar dos ferimentos sofridos num atentado.

Abdalá já prometeu uma transferência de poder, mas a população não quer esperar mais.

Paralelamente, a noite ficou marcada por uma série de raides aéreos da Força Aérea iemenita, com o apoio de aviões não tripulados norte-americanos, contra alvos islamitas na província meridional de Chaboua.

24 pessoas morreram, segundo as autoridades, que afirmam ter abatido 9 membros da Al-Qaida na região, entre os quais um alto responsável da organização terrorista, Ibrahim al Banna, um egípcio que os Estados Unidos afirmam ser o chefe das operações da Al-Qaida e que era um dos homens mais procurados no Iémen.