Última hora

Última hora

Barack Obama inaugura memorial de homenagem a Luther King

Em leitura:

Barack Obama inaugura memorial de homenagem a Luther King

Tamanho do texto Aa Aa

Ao som de cânticos e poemas, Barack Obama inaugurou em Washington o memorial Martin Luther King.

No rescaldo do protesto global que levou centenas de milhares de pessoas às ruas de mais de 900 cidades de todo o mundo, o primeiro presidente negro dos Estados Unidos recordou a luta pelos direitos cívicos e contra a discriminação racial.

As palavras de Barack Obama mais pareciam um sermão, mas para muitos continham uma mensagem de esperança face aos combates da atualidade: “Se Martin Luther King estivesse vivo hoje, lembrar-nos-ia que um desempregado pode insurgir-se com justiça contra os excessos de Wall Street sem diabolizar as pessoas que lá trabalham. Lembrar-nos-ia que um empresário pode encetar negociações com os sindicatos da empresa sem vilipendiar o seu papel.”

A escultura foi feita a partir de uma pedra retirada de uma montanha e inspirada na frase de Martin Luther King: “Podemos cortar da montanha do desespero uma pedra de esperança.”

Dezenas de personalidades e elementos da família de Luther King estiveram presentes na cerimónia, animada pela música de Stevie Wonder.