Última hora

Última hora

Hollande: o delfim do PS francês

Em leitura:

Hollande: o delfim do PS francês

Tamanho do texto Aa Aa

É o trunfo dos socialistas para as presidenciais francesas em 2012, mas a corrida ao Eliseu ainda agora começou. François Hollande venceu a segunda volta das primárias do partido com cerca de 57 por cento dos votos.

Esta segunda-feira, chegou aos campos Elísios de rosa na mão, à semelhança do que fez François Mitterrand depois de vencer as presidenciais em 1981.

O candidato socialista diz que tudo não passa de uma coincidência e que quis apenas marcar presença na cerimónia que pretende homenagear os argelinos mortos há 50 anos em Paris.

Inspirada no modelo norte-americano, a esquerda mobilizou este fim de semana cerca de três milhões de eleitores para surpresa de todos.

Hollande contou com o apoio dos quatro candidatos que se apresentaram na primeira volta. Unir a esquerda vai ser o primeiro desafio do antigo líder socialista

Um analista defende que Hollande ganhou legitimidade com a vitória deste domingo. Afirma

que as eleições seguidas por 79% dos franceses foram um sucesso e criaram uma excelente dinâmica para François Hollande. Mas lembra que a parte mais difícil ainda agora começou.

Pelo caminho, ficou a atual secretária-geral do partido. Martine Aubry garante, no entanto, que os socialistas estão unidos e preparados para derrotar a direita nas eleições do próximo ano.