Última hora

Última hora

Gilad Shalit libertado após 1941 dias de cativeiro

Em leitura:

Gilad Shalit libertado após 1941 dias de cativeiro

Tamanho do texto Aa Aa

Unidos pelas celebrações. Separados pelos motivos.

Israelitas e palestinianos celebraram esta terça-feira as libertações do soldado Gilad Shalit e de centenas de prisioneiros palestinianos.

O sargento do Tsahal, que passou praticamente cinco anos e quatro meses em cativeiro, regressou a Mitzpe Hila, pacata localidade do norte de Israel, de onde é originário.

Gilad Shalit foi recebido pela população local, vizinhos e amigos, como um herói. O jovem soldado foi transportado da base militar de Tel Nof, na periferia de Telavive, para casa num helicóptero militar.

Ramallah e Gaza também festejaram a libertação de centenas de palestinianos. Israel libertou 477 prisioneiros, 27 dos quais são mulheres. O acordo com o Hamas prevê que Telavive coloque em liberdade um total de 1027 detidos. Os restantes 550 serão libertados no decorrer dos próximos dois meses.