Última hora

Última hora

Operação de libertação do soldado Gilad Shalit em marcha

Em leitura:

Operação de libertação do soldado Gilad Shalit em marcha

Tamanho do texto Aa Aa

Em Israel, começaram as operações de transferência dos primeiros prisioneiros palestinianos que servirão de moeda de troca para libertar o soldado Gilad Shalit.

De uma prisão do centro do país saiu um veículo com um grupo de pessoas. Ao que tudo indica, transportava cerca de 27 mulheres a libertar em grande parte Cisjordânia. As viaturas são ladeadas por um forte dispositivo de segurança.

De acordo com um elemento do Movimento de Resistência Islâmica Hamas, citado pelo jornal “Haaretz”, Israel terá também concordado em terminar o bloqueio à faixa de Gaza.

Trata-se de um momento histórico. Nunca o Estado judaico pagou um preço tão alto por apenas um soldado. Ao todo são mais de mil prisioneiros palestinianos entregues a troco de Shalit.

Hoje serão libertados 477. Dentro de dois meses, cumprindo a segunda fase do acordo, Israel deverá libertar mais 550 palestinianos.

Em Gaza, prepara-se uma receção triunfal para os prisioneiros considerados heróis.