Última hora

Última hora

Comissão Europeia quer investir 50 mil milhões em infraestruturas

Em leitura:

Comissão Europeia quer investir 50 mil milhões em infraestruturas

Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia (CE) apresentou um plano de construção de infraestruturas no espaço comunitário que visa dinamizar a economia real e criar empregos. O financiamento, na ordem dos 50 mil milhões de euros, virá do orçamento comunitário para o período 2014 a 2020.

“O objetivo da nossa proposta é simples: a Europa tem de ajudar a construir estradas, caminhos-de-ferro, redes de distribuição de fontes energéticas e de banda larga para a internet, que são muito importantes para os nosso cidadãos e empresas”, anunciou o presidente da CE, José Manuel Barroso.

Para os projetos da rede de transportes estão destinados cerca de 32 mil milhões de euros, enquanto que a internet de alta velocidade e as redes energéticas deverão dividir os restantes 18 mil milhões de euros.

Ao nível das linhas de caminho-de-ferro, a proposta da CE considera prioritários corredores ferroviários mediterrânicos, atlânticos e centrais.

O executivo de Bruxelas quer apoiar projectos realistas, que sejam viáveis a nível de segurança e de respeito pelo meio-ambiente.

“Estamos a tentar, tanto quanto possível, evitar escolher projetos farónicos, que não têm apoio dos governos e que não têm uma visão clara de como vão terminar antes de 2030”, explicou à Euronews o comissário para os Transportes, Siim Kallas.

A CE quer atrair investimento privado de longo-pazo para estes projectos. Com esse fim, propõe um novo instrumento financeiro, denominado Iniciativa Obrigações, que envolverá o Banco Europeu de Investimento.