Última hora

Última hora

Expectativa de acordo impulsiona bolsas europeias

Em leitura:

Expectativa de acordo impulsiona bolsas europeias

Tamanho do texto Aa Aa

As principais praças europeias abriram em alta, impulsionadas pelos rumores de que a França e a Alemanha chegaram a acordo para reforçar o fundo de resgate europeu.

A edição alemã do “Financial Times” avança, com o montante de mil milhões de euros. Metade do valor anunciado antes pelo britânico The Guardian.

Estas informações foram, entretanto, desmentidas por diplomatas europeus, que adiam qualquer decisão para domingo.

A chanceler alemã afirma que as dívidas soberanas são fruto de décadas e não se pode, por isso, esperar que uma solução seja encontrada na cimeira. Angela Merkel insiste que é preciso tempo.

Tempo é o que não tem a zona euro. O presidente francês está, mais do que nunca, empenhado em pôr fim a uma crise que afinal não bate, apenas, à porta das economias periféricas.

A Moody’s admite rever o rating da dívida francesa, atualmente com nota máxima.

A agência de notação financeira baixou, entretanto, a nota da Espanha em dois níveis, e não exclui a hipótese de uma nova descida.

Já a Standard & Poor’s acaba de rever em baixa a notação financeira de 24 bancos italianos devido à degradação da situação económica. Na semana passada, a mesma agência cortou o rating a 10 bancos espanhóis e ao francês BNP Paribas.