Última hora

Última hora

Grécia paralisa durante dois dias

Em leitura:

Grécia paralisa durante dois dias

Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia fechou portas para aquela que se anuncia como a maior paralisação desde o início do ano.

De olhos postos no parlamento que se prepara para aprovar novas medidas de austeridade, os sindicatos convocaram uma greve geral de dois dias.

Os trabalhadores dos setores público e privado contestam a subida dos impostos, os cortes nos salários e a ausência de medidas com vista ao crescimento da economia.

A braços com uma recessão pelo terceiro ano consecutivo, a Grécia está a ser estrangulada por uma dívida pública que ultrapassa os 160 por cento do PIB.

Aqui também os turistas aguardam por melhores dias:

“Decidi partir alguns dias mais cedo e mesmo assim foi muito complicado conseguir um voo devido aos cancelamentos desta quarta-feira. E aqui estou eu, em Atenas, onde vou ficar as próximas três noites antes de apanhar o meu voo, se tudo correr bem” afirma um turista escocês.

O executivo grego compara a situação que o país atravessa a uma guerra e pede o apoio da oposição.

A população considera que as armas estão apontadas, sim, aos trabalhadores e pedem a limpeza das políticas e dos políticos responsáveis por aquilo a que chamam de “atentado aos direitos sociais.”