Última hora

Última hora

Rating espanhol cortado nas vésperas da cimeira

Em leitura:

Rating espanhol cortado nas vésperas da cimeira

Tamanho do texto Aa Aa

O corte do rating da Espanha em dois níveis aumentou a pressão sobre os líderes, a poucos dias da cimeira da União Europeia.

A Moody’s reduziu a notação da dívida espanhola para A1 e manteve o outlook negativo, o que deixa a porta aberta a novos cortes. A agência sublinha que a Espanha continua vulnerável às tensões de mercado.

“No sistema financeiro o mais importante não é ter dinheiro, mas ganhar a confiança dos investidores. Se há instituições, como as agências de rating, que fazem com que os investidores não confiem em nós, as coisas complicam-se. O que vai acontecer é que o custo da dívida pública do país e dos bancos vai crescer significativamente”, afirma o economista Juan María Concha.

O corte da notação da dívida espanhola foi anunciado apenas um dia depois de a agência ter avisado que o rating máximo da França pode estar em risco. No início do mês, a Moody’s baixou a qualificação da dívida italiana em três níveis.

Os mercados estão em contagem decrescente para a cimeira dos líderes europeus, no domingo. Os investidores mostram-se otimistas, perante as notícias de que Berlim e Paris chegaram a um acordo sobre o reforço do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira.