Última hora

Última hora

Perito acusa médico de Michael Jackson de agir como empregado

Em leitura:

Perito acusa médico de Michael Jackson de agir como empregado

Tamanho do texto Aa Aa

Um perito mundial em anestesiologia acusou Conrad Murray de atuar “como um empregado, não como um médico” ao obedecer a Michael Jackson e dar-lhe o sedativo que o cantor pedia. Trata-se do Propofol, que de acordo com a autópsia provocou a morte de Jackson.

O mesmo perito assegura que Murray cometeu “violações profissionais atrozes.”