Última hora

Última hora

Líbios fazem fila para ver o corpo de Kadhafi

Em leitura:

Líbios fazem fila para ver o corpo de Kadhafi

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de líbios reuniram-se esta sexta-feira à noite, na Praça da Liberdade, em Misrata, onde a população contínua a dar azo à sua alegria pela morte de Muammar Kadhafi.

O Conselho Nacional de Transição (CNT) anunciou que a proclamação oficial da “libertação total” da Líbia terá lugar no domingo e não no sábado, como inicialmente previsto.

A cerimónia está marcada para Benghazi, berço da revolução que durou 8 meses e custou a vida a cerca de 25 mil pessoas.

Em Misrata, foram grandes as filas formadas por populares e curiosos que quiseram ver com os próprios olhos o corpo de Kadhafi, que foi depositado num armazém de carne. Muitos não esconderam o ódio pelo ditador abatido.

Os vídeos que circulam por todo o mundo apontam para uma execução sumária de Kadhafi, algo que as Nações Unidas vão investigar.

O corpo do ex-ditador será sepultado num sítio secreto para evitar que se torne num local de peregrinação no futuro, informou o conselho militar de Misrata. A família de Kadhafi exige que os restos mortais lhes sejam entregues.

O número 2 do CNT, Muammar Jibril, também visitou o local onde está depositado o cadáver e declarou que a autópsia a Kadhafi “foi concluída e os resultados enviados para Haia”, na Holanda.

No mesmo depósito de carne, jaz o corpo de Motassim Kadhafi, 5º filho do ditador, também morto na tomada de Sirte.