Última hora

Última hora

França e Nova Zelândia a poucas horas do sonho

Em leitura:

França e Nova Zelândia a poucas horas do sonho

Tamanho do texto Aa Aa

Os jogadores das seleções de râguebi da França e da Nova Zelândia estão a algumas horas de poderem cumprir um sonho de criança: o de se tornarem campeões do mundo.

Independentemente de quem se sagrar vencedor, vai ser a primeira vez na vida destes jogadores, já que a França nunca foi campeã e a Nova Zelândia só venceu o primeiro campeonato, há 24 anos.

Na seleção francesa, esse é um sentimento partilhado por todos, como explica o capitão Thierry Dusautoir: “Ser campeão do mundo é um sonho de qualquer criança e estamos todos a viver esse regresso à infância, é impossível pensar em algo mais alto do que ser campeão do mundo”

Do lado da Nova Zelândia, há uma grande responsabilidade que pesa sobre os jogadores: o de oferecer às 60.000 pessoas que vão esgotar o estádio e a toda a população do país uma vitória em casa – a vitória que há tantos anos escapa aos “All-Blacks”.

“As pessoas dizem que merecemos o título, mas quando se joga uma final, o importante não é quem mereceu o quê, mas sim quem jogou o melhor râguebi e é isso mesmo que vamos fazer”, diz o capitão Richie McCaw.

O jogo, no Eden Park de Auckland, começa às 21 horas locais, 9 da manhã em Lisboa.