Última hora

Última hora

Direita populista suíça conquista vitória com sabor a derrota

Em leitura:

Direita populista suíça conquista vitória com sabor a derrota

Tamanho do texto Aa Aa

Não ganharam as eleições, mas são a grande surpresa desta jornada eleitoral na Suíça. O Partido Verde Liberal passou de três para 12 deputados, nas legislativas deste domingo, mais nove do que em 2007.

A União Democrática do Centro manteve o estatuto de principal força política na Suíça, mas a vitória soube a derrota já que o partido da direita populista foi o que perdeu mais assentos parlamentares.

O Partido Socialista voltou a ser o segundo mais votado com cerca de 18% dos sufrágios. O Partido Liberal Radical manteve o estatuto de terceira força política, mas perdeu praticamente 2,5% em relação às legislativas de 2007. O Partido Democrata Cristão perdeu uma percentagem de sufrágios idêntica.

O fundador da UDC, Christoph Blocher, afirmou que “o partido não pode vencer sem parar. Mas o objetivo era chegar aos 30% e não o atingimos. Temos sempre objetivos elevados.”

O Partido Socialista de Christian Levrat foi a única das quatro principais forças políticas que ganhou assentos no parlamento. “O nosso objetivo era ganhar. Ganhámos um assento por isso é bom.”

Outro dos derrotados da noite foi Fulvio Pelli, líder do Partido Liberal Radical. “Infelizmente perdemos assentos e em percentagem, como previam as sondagens. Mas continuamos a ser o terceiro maior partido.”

Após estas Legislativas 2011, não houve alterações no grupo de quatro partidos que dominam a política helvética há mais de cem anos.