Última hora

Última hora

Esquerda basca reclama mais autonomia

Em leitura:

Esquerda basca reclama mais autonomia

Tamanho do texto Aa Aa

Dezenas de milhar de separatistas bascos desceram às ruas este sábado em Bilbau para exigirem soluções para a região.

A manifestação tem lugar dois dias depois da organização separatista basca, ETA, ter anunciado o fim da violência.

Os manifestantes empunharam cartazes exigindo soluções para a região.

Muitos manifestantes apoiam as pretensões da ETA que pretende o retorno de cerca de 700 prisioneiros espalhados por prisões em Espanha e França.

“A nova estratégia da esquerda independentista, condenando a violência e optando por métodos políticos goza do apoio dos seus seguidores como podemos ver por esta enorme manifestação. Uma mensagem forte que os restantes partidos do País Basco, agora livres das ameaças da ETA, devem levar em linha de conta”, afirma o nosso correspondente, Javier Villagarcia.

Em San Sebastian, num encontro do Partido Socialista, o presidente do governo regional basco, Paxi Lopez, afirmou que ninguém deve nada à ETA e aos seus seguidores. No encontro esteve também presente Alfredo Perez Rubalcaba, candidato nas eleições legislativas de 20 de Novembro.

Ao longo de quatro décadas a ETA causou a morte a 829 pessoas.