Última hora

Última hora

Líbia: CNT institui a Xariá

Em leitura:

Líbia: CNT institui a Xariá

Tamanho do texto Aa Aa

O governo interino da Líbia declarou, este domingo, a libertação total do país.

O regime de mão de ferro de Muammar Kadhafi terminou, 42 anos depois, com a morte do antigo ditador, na semana passada.

O local escolhido para a cerimónia de libertação foi a cidade de Bengasi, berço da revolução que originou a queda do antigo regime.

A Líbia prepara-se agora para os desafios do futuro e o restabelecimento da ordem é essencial.

O líder do Conselho Nacional de Transição, Mustafa Abdel Jalil, garantiu que a legislação futura terá por base o islão.

“Somos um país muçulmano e por isso a Xariá será a base de todas as leis… Por isso toda a legislação que não esteja em concordância com os princípios do Islão, não será aplicada,” garantiu o líder do CNT.

Perante milhares de pessoas Jalil afirmou que é chegada a altura da reconciliação nacional e que só assim o país conseguirá ultrapassar os desafios que se avizinham.

A Líbia prepara-se para formar um governo provisório que se encarregue de organizar eleições para uma assembleia constituinte.