Última hora

Última hora

Argentina: Kirchner reeleita sem surpresas

Em leitura:

Argentina: Kirchner reeleita sem surpresas

Tamanho do texto Aa Aa

A presidente da Argentina, Cristina Fernández Kirchner, foi reeleita com cerca de 53 por cento dos votos.

O resultado das eleições deste domingo não significou nenhuma surpresa, já que a popular chefe de Estado era a grande favorita.

Kirchner beneficia do sucesso da sua política económica e, segundo os analistas, do efeito compaixão suscitado pela morte do marido e predecessor à frente dos destinos do país.

No discurso da vitória, a presidente atribuiu ao marido o resultado já que, segundo ela, “sem ele e sem as coisas que se atreveu a fazer teria sido impossível chegar até aqui”.

A esmagadora vitória evita, como apontavam as previsões, uma segunda volta contra o principal rival, Hermes Binner. O candidato socialista arrecadou apenas cerca de 17 por cento dos votos.

Segundo a Comissão Eleitoral, a taxa de participação ultrapassou os 75 por cento dos perto de 29 milhões de eleitores.

Para além de elegerem um presidente, os argentinos deviam escolher 130 deputados, 24 senadores e nove governadores.