Última hora

Última hora

Espanha debate direitos e eventuais aministias de etarras presos

Em leitura:

Espanha debate direitos e eventuais aministias de etarras presos

Tamanho do texto Aa Aa

Declarado o fim da violência da ETA, o partido nacionalista basco pediu ao presidente do governo autónomo a antecipação das eleições no País Basco, previstas para 2013 de modo a dar voz parlamentar às formações bascas mais próximas da organização separatista.

No novo enquadramento do conflito no País Basco, muitos pedem pedem agora igualdade de tratamento para os prisioneiros políticos e também eventuais aministias.

O candidato a primeiro-ministro dos socialistas, atualmente no poder, não excluiu quaisquer mudanças que permitam uma verdadeira resolução do conflito. Mas Alfredo Perez Rubalcaba, que também foi ministro do interior nos últimos 5 anos, considera que “o assunto não deve fazer parte da campanha eleitoral das legislativas de 20 de Novembro”.

Já o candidato dos conservadores do PP e principal favorito, Mariano Rajoy, considera que não pode haver cedências quando está em causa o Estado de direito.