Última hora

Última hora

Líbia festeja liberdade três dias depois da morte de Kadhafi

Em leitura:

Líbia festeja liberdade três dias depois da morte de Kadhafi

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de líbios celebraram em Tripoli a liberdade conquistada após oito meses de rebelião.

O novo poder proclamou oficialmente este domingo a “libertação” do país, abrindo a via à formação de um governo de transição depois de 42 anos sob o controlo de Muammar Kadhafi.

A festa na capital fazia eco da cerimónia oficial, conduzida pelo Conselho Nacional de Transição em Bengasi, bastião dos rebeldes até à queda do coronel.

Dezenas de milhares de civis e combatentes juntaram-se na praça central da cidade, ao som do novo hino líbio.

O CNT garante que as negociações já estão em curso para a formação de um governo de transição, que deverá estar constituído dentro de um mês.

O novo poder promete eleições gerais no prazo de um ano.

A festa não afasta, no entanto, a polémica em torno da morte de Kadhafi. O corpo do coronel continua em exibição na cidade de Misrata. Tanto o CNT como o médico líbio encarregue da autópsia garantem que Kadhafi foi “morto por bala”, contrastando com testemunhos e vídeos que sugerem uma execução sumária.