Última hora

Última hora

Partido islamita reclama vitória nas eleições tunisinas

Em leitura:

Partido islamita reclama vitória nas eleições tunisinas

Tamanho do texto Aa Aa

O partido islamita Ennahda reclama a vitória nas primeiras eleições livres da Tunísia. O anúncio oficial dos resultados definitivos do voto para a Assembleia Constituinte só deverá acontecer esta tarde.

Face aos receios de “islamização”, a formação esforça-se por reforçar uma faceta “moderada”. Eleita pela circunscrição de Tunis, Souad Abderrehim é uma das faces dessa imagem e promete ser “fiel e sincera” com o eleitorado.

O analista político Elhechemi Troudi explica que “existem apreensões, mas o povo tunisino – que votou em massa – manter-se-á vigilante para garantir que os eleitos estão à altura das suas responsabilidades”.

O partido Ennahda frisou ontem o compromisso com o respeito dos direitos recentemente adquiridos pelos tunisinos e das minorias religiosas.

Mas a vitória anunciada da formação islamita motivou já protestos na capital. Uma manifestante diz que o resultado eleitoral é “infeliz e inesperado”.

Até ao momento, a comissão eleitoral disse apenas que o partido islamita obteve metade dos 18 assentos reservados à diáspora tunisina.

O correspondente da euronews, Sami Fradi, afirma que “os resultados provisórios surpreenderam várias formações e motivam receios de que as liberdades adquiridas sejam postas em questão, na sombra de alianças desequilibradas”.