Última hora

Última hora

Turquia: milhares de pessoas passam noite gelada ao relento

Em leitura:

Turquia: milhares de pessoas passam noite gelada ao relento

Tamanho do texto Aa Aa

Está confirmada a morte de mais de 360 pessoas pessoas no sismo que abalou a Turquia no domingo e milhares de sobreviventes passaram uma segunda noite sob temperaturas glaciais, muitos sem qualquer apoio.

Na cidade de Ercis, um camião que transportava cobertores foi literalmente tomado de assalto esta manhã. O Crescente Vermelho, que já distribuiu 13 mil tendas e dezenas de milhar de cobertores nas zonas urbanas, está sob fortes críticas das populações rurais onde a ajuda tarda em chegar.

A organização promete mais 12 mil tendas nas próximas horas mas, para quem perdeu tudo, a resposta não está a ser suficientemente rápida:

“Passámos a noite com temperaturas glaciais. Trememos a noite toda. Ninguém nos deu cobertores ou agasalhos. Nem sequer temos uma casa de banho. As pessoas estão a ficar doentes. Está tudo imundo”.

Enquanto as organizações humanitárias tentam prestar algum apoio aos sobreviventes, as equipas de resgate continuam a trabalhar noite e dia entre os escombros à procura de sinais de vida. Mas, à medida que o tempo passa, as probabilidades são cada vez mais reduzidas.

Os enormes volumes de destroços dificultam as buscas e as baixas temperaturas limitam a esperança de sobrevivência sob os escombros.