Última hora

Última hora

A cimeira de todas as dúvidas 

Em leitura:

A cimeira de todas as dúvidas 

Tamanho do texto Aa Aa

A cimeira de todas as decisões está ensombrada por inúmeras dúvidas e nem os líderes europeus acreditam que a noite seja de todas as respostas.
Os especialistas questionam, por exemplo, o papel do Banco Central Europeu (BCE).
 
Carsten Brzeski, do banco ING, afirma: “agora a posição alemã é bastante firme, dizendo que não aceita um alargamento do papel e da inflência do BCE. Mas se olharmos para as propostas, para reforçar o Fundo Europeu de Estabilização Financeira, o papel do Banco Central vai ter que ser mais importante porque, nos próximos meses, a zona euro vai ter que surgir muito mais forte”.
 
 
As vozes críticas surgem também em relação à banca, apontada por muitos como o setor responsável por grande parte desta crise. Agora os bancos, para além de serem recapitalizados, são chamados a perdoar parte da dívida grega.
 
“Eu não acredito no argumento de que os bancos não têm dinheiro para pagar, ou que não podem pagar ou que vão pedir dinheiro público. Acredito que os governos já estão a ajudar os bancos com garantias. É a altura dos bancos e todo o sector financeiro assumirem as suas responsabilidades”, defende Nicolas Mombrial da Oxfam