Última hora

Última hora

Tunísia: Co-fundador do Ennahda perfila-se ao lugar de primeiro-ministro

Em leitura:

Tunísia: Co-fundador do Ennahda perfila-se ao lugar de primeiro-ministro

Tamanho do texto Aa Aa

O partido islamista tunisino Ennahda quer formar Governo no prazo de um mês. Os resultados definitivos do escrutínio ainda não foram publicados, mas perante a vantagem clara da formação o líder Rached Gannouchi reclama a vitória.
 
O número dois do Ennahda, Hamadi Jebali, é o nome apontado para o lugar de primeiro-ministro. Opositor de longa data do antigo presidente Ben Ali, representa uma visão moderada da formação islamista.
 
Visão que será determinante no diálogo com outros partidos para formar um “Governo de interesse nacional”. De acordo com as projeções, o Congresso para a República poderá vir a assumir-se como um dos parceiros na Assembleia Constituinte.
 
O líder do partido Moncef Marzouki disse que recusa “o uso da religião como forma de ditadura e que não vai pactuar sobre questões da identidade arabo-muçulamana.”
 
O islamitas do Ennahda anunciaram entretanto que não vão impor restrições sobre a idumentária de praia e o consumo de bebidas alcoólicas pelos turistas.