Última hora

Em leitura:

Tunísia: partido islamita já iniciou negociações para formar coligação


Tunísia

Tunísia: partido islamita já iniciou negociações para formar coligação

Os resultados parciais das primeiras eleições livres na Tunísia confirmam o avanço do partido islamita Ennahda e as negociações para a composição do governo já estão em curso.

A formação islamita, que conquistou até ao momento nove das 27 circunscrições, diz-se disposta a formar um executivo de união nacional.

A candidata do Ennahda, Suad Abdul-Rahim, diz que “a Tunísia é para todos os tunisinos e o partido da maioria não pretende trabalhar sozinho. Isso é que é a democracia”.

Os dirigentes da formação islamita confirmaram a abertura do diálogo com dois partidos de esquerda para a formação de um “governo de interesse nacional”.

Um dos parceiros apontados é o Congresso para a República. O líder do partido, Moncef Marzouki, diz que “os resultados são encorajadores e mostram a maturidade do povo tunisino. No final, haverá três ou quatro partidos que terão de partilhar a Assembleia Constituinte, o que facilitará a criação de um governo de unidade”.

A Assembleia Constituinte deverá redigir a nova Constituição e designar um presidente interino, encarregado de formar um executivo de transição até às próximas eleições.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Ancara criticada por assistência deficiente a zona devastada por sismo