Última hora

Última hora

Berlusconi promete não desiludir líderes europeus

Em leitura:

Berlusconi promete não desiludir líderes europeus

Tamanho do texto Aa Aa

Depois das promessas, os líderes europeus pedem à Itália ação. As divisões internas têm adiado a adoção de reformas estruturais. Uma delas passa pela alteração da idade da reforma, que a Liga do Norte aceita antecipar, mas apenas a partir de 2026.

Divergências que Bruxelas quer ver ultrapassadas no prazo máximo de oito meses.

Silvio Berlusconi afirma que “as ambições e os projetos foram reconhecidos e que resta agora implementá-los.” O chefe de governo transalpino promete, ainda, respeitar os prazos acordados.

O primeiro-ministro grego defende que sem um acordo com os credores, o colapso da Grécia era inevitável.

George Papandreou refere que o país conseguiu escapar “à armadilha do incumprimento” e realça o facto do povo grego ter chegado tão longe. O chefe de governo acredita que “é tempo de fechar um capítulo do passado e trabalhar em prol de uma nova era.”

Para cimentar esta nova era, a Grécia poderá contar com mais uma tranche tranche de ajuda financeira. No total, oito mil milhões de euros devem chegar ao país na primeira quinzena de novembro.