Última hora

Última hora

Egito e Israel trocam prisioneiros

Em leitura:

Egito e Israel trocam prisioneiros

Tamanho do texto Aa Aa

Egito e Israel efetuaram uma troca de prisioneiros esta quinta-feira: 25 prisioneiros de delito comum contra um israelo-americano acusado de espionagem.

Os egípcios regressaram ao país natal pela fronteira de Taba, na península do Sinai. Trata-se de prisioneiros condenados por tráfico de droga, de armas ou por entrada ilegal em Israel. Três são menores. Os egípcios foram reunidos numa prisão em Ber Sheeba e transportados em seguida até à fronteira. Entretanto, o prisioneiro israelo-americano voou do Cairo até Telavive.

Ilan Grapel foi detido em Junho pelas autoridades egípcias. O jovem de 27 anos foi acusado de ser um agente da Mossad, os serviços secretos israelitas, e de estar no país para “fomentar o caos e os conflitos inter-religiosos”. Israel negou as acusações.

Ilan Grapel deve voar para os Estados Unidos na sexta-feira, mas antes é recebido pelo primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, em Jerusalém. Enquanto isso, os egípcios terão direito a uma receção oficial num dos hotéis de Taba.