Última hora

Última hora

Austrália: Qantas coloca todos os aviões em terra até estar resolvido o conflito social

Em leitura:

Austrália: Qantas coloca todos os aviões em terra até estar resolvido o conflito social

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 80 mil passageiros, entre os quais 17 líderes mundiais ficaram em terra, este fim de semana, depois do anúncio surpresa da companhia aérea Qantas de não operar mais voos até o conflito social na empresa australiana estar resolvido.

Os movimentos de greve, na 10ª maior companhia aérea do mundo, custaram à Qantas nas últimas semanas mais de 50 milhões de euros.

A Qantas justificou a decisão de colocar todos os aviões no solo, porque não conseguiria “sobreviver um ano na situação atual”. Considerando que as perturbações dos últimos tempos representam uma “morte lenta”, a companhia tomou esta “decisão drástica em último recurso”, porque não sabia mais “o que fazer”, referiu Alan Joyce, o diretor executivo da empresa.

O governo australiano pediu à agência reguladora do setor industrial para colocar um fim à crise na Qantas, que, segundo o executivo, ameaça a economia do país. Assim, um tribunal arbitral decide este domingo colocar, ou não, um ponto final na greve.