Última hora

Última hora

Alemanha em busca de um salário mínimo

Em leitura:

Alemanha em busca de um salário mínimo

Tamanho do texto Aa Aa

A ideia de um salário mínimo geral faz o seu caminho na Alemanha, um tabu que os conservadores do partido de Ângela Merkel dizem agora poder romper.

A discussão anima os grupos políticos, a CDU quer um mínimo salarial que possa ser estabelecido pelos parceiros sociais.

Na área dos cabeleireiros, por exemplo, não existe atualmente qualquer base salarial, esta proprietária de um salão concorda. “Há cabeleireiros que tem um segundo emprego, se elas vivem sós e não têm dinheiro suficiente para viverem, ou então tem um parceiro que as ajuda financeiramente. Penso que as cabeleireiras deviam poder viver daquilo que ganham”.

Os Liberais do FDP, parceiros de coligação do governo dizem que estão agora disponíveis para dialogar mas não hesitam em afirmar o seu desacordo à intervenção de políticas para fixar um montante”

Atualmente não existe um valor mínimo de salário nacional, embora os parceiros sociais disponham de instrumentos jurídicos para fixar montantes de setor em setor

Graça ao desenvolvimento da precariedade de empregos e à baixa renumeração, a Alemanha pôde este todo este todo exibir uma taxa de desemprego historicamente baixa, apenas 6.9% em Setembro.