Última hora

Última hora

Acidente que dizimou a equipa do Lokomotiv Iaroslavl foi provocado por erro humano

Em leitura:

Acidente que dizimou a equipa do Lokomotiv Iaroslavl foi provocado por erro humano

Tamanho do texto Aa Aa

Um erro de pilotagem está na origem do acidente de avião que, em Setembro, provocou a morte de 44 pessoas, em Iaroslavl, na Rússia, e dizimou a equipa de hóquei no gelo do Lokomotiv Iaroslavl.

Nas conclusões da investigação ao acidente, realizadas pelo Comité Interestadual de Aviação russa, é afirmado que a tripulação, por erro, acionou os travões no momento da descolagem.

“O co-piloto, desde o ano 2000, sofria de um atraso dos reflexos ao nível dos pés e, desde o ano 2005, os reflexos dos braços eram reduzidos.

Os exames médicos descobriram vestígios do sedativo phenobarbital no corpo do co-piloto, substância que não é permitida durante o voo,”

declarou Alexei Morozov, Chefe da Comissão Técnica do Comité Interestadual de Aviação, em conferência de imprensa, quarta-feira, em Moscovo.

Entre as vítimas mortais encontram-se o canadiano Brad McCrimmon, treinador do Lokomotiv e veterano da Liga Nacional de Hóquei, e o treinador assistente Alexander Karpovtsev, um dos primeiros russos a ter o nome gravado na Stanley Cup, enquanto membro dos New York Rangers.

Após o acidente, o presidente russo Dmitri Medvedev ordenou o encerramento das companhias aéreas menos fiáveis.

O avião, um Yak-42, pertencia à companhia aérea Yak Service.