Última hora

Última hora

Primeiro-ministro grego está cada vez mais isolado

Em leitura:

Primeiro-ministro grego está cada vez mais isolado

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro grego, George Papandreou, parece cada vez mais isolado, mesmo dentro do partido que lidera. Seis elementos do Conselho Nacional do Pasok pediram a demissão do chefe do Governo.

Um pedido que aconteceu horas depois da deputada e ex-secretária de Estado para o Desenvolvimento, Milena Apostolaki, ter abandonado o grupo parlamentar socialista. O partido de Papandreou tem agora apenas 152 assentos em 300 lugares parlamentares.

Os seis elementos pediram ainda um governo com legitimidade política.

Ontem, o ministro da Defesa anunciou a substituição dos atuais chefes militares. Uma decisão condenada pela oposição. O partido Nova Democracia diz que não pode aceitar as mudanças numa altura em que o Governo está à colapsar e não tem garantido um voto de confiança.