Última hora

Última hora

Bruxelas monitorizar as reformas de Roma

Em leitura:

Bruxelas monitorizar as reformas de Roma

Tamanho do texto Aa Aa

Nicolas Sarkozy quer a Europa a vigiar de perto o reequilíbrio das contas públicas de Itália

A introdução de auditores internacionais para acompanhar os esforços de consolidação orçamental no país, foi proposta na reunião do G20 que termina hoje em Cannes.

A Itália acabou por aceitar que Bruxelas e o FMI monitorizem os progressos das reformas acordadas na cimeira europeia de 27 de Outubro.

A instituição liderada por Christine Lagarde e União Europeia vão assim fiscalizar o cumprimento das metas relacionadas impostas a Roma.

O encontro entre as 20 maiores potências internacionais foi dominado pela crise da dívia europeia.

O Brasil e a Argentina mostraram-se interessados em avançar com uma taxa sobre as transacções financeiras com os países europeus, apesar da forte oposição dos EUA e do Reino Unido, onde estão as praças financeiras mais importantes do mundo.

Em Cannes o reporter da euronews, lembra mesmo assim que a jornada de ontem foi dominada pela crise grega mas hoje ós lideres do G20 fazem o trabalho de casa para contribuirem para a entrada em acção do plano que irá consolidar o fundo internacional capaz de suportar os choques do futuro.