Última hora

Última hora

Obama quer resolução do problema grego

Em leitura:

Obama quer resolução do problema grego

Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama apelou à Grécia para manter o atual plano de ajuda da Troika. O salvamento financeiro do país, que significa em grande medida o salvamento da Eurozona, foi o tema que dominou esta reunião do G20, em Cannes.

O presidente norte-americano falou no encerramento da cimeira, depois do encontro com o chefe de Estado francês Nicolas Sarkozy: “Os acontecimentos na Grécia nas últimas 24 horas demonstraram a importância de implementar este plano, inteiramente e o mais depressa possível. Estou confiante que a Europa tem a capacidade para enfrentar este desafio. Sei que não é fácil, mas o que é absolutamente crítico, e o que o mundo procura em momentos como este, é ação”.

Já Sarkozy demonstrou apoio a uma medida muito pedida pelos manifestantes que rodearam esta cimeira e defendida por alguns países emergentes que participam no G20 – a taxa sobre as transações financeiras ou Taxa Tobin.

“Consideramos moralmente indispensável que os atores financeiros que conduziram o mundo à situação que conhecemos sejam levados a contribuir financeiramente para reparar os danos que fizeram. É esse o objetivo da taxa sobre as transações financeiras”, disse o presidente francês.

Novas ideias para um novo mundo. A presidência francesa do G20 tinha objetivos ambiciosos, mas foram muito poucos os que conseguiram ser implementados. A agenda foi ensombrada por problemas antigos e pla cada vez maior influência da China, à custa dos Estados Unidos. Vamos ver que tal estará o mundo na próxima cimeira do G20 no México, em 2012.