Última hora

Líbios sem dinheiro para festa do carneiro

Em leitura:

Líbios sem dinheiro para festa do carneiro

Tamanho do texto Aa Aa

São difíceis, os tempos que se vivem na Líbia.

Cidades destruídas por uma guerra, a economia paralisada e uma população a quem faltam os bens essenciais.

A ajuda internacional está a faltar e há mesmo quem diga que, hoje, é muito menor, que nos tempos da guerra.

Este sábado celebrou-se o dia da Eid al-Adha, que implica o sacrifício de um caprino.

Mas foram poucos os que tiveram dinheiro, para a tradição.

“Eu não sinto isto como o Eid. É um dia normal, um dia de depressão. A ideia parece muito remota. muito distante”, diz um homem.

A festa não consegue entrar, entre aqueles que vivem em depressão económica.

As famílias reflectem esse clima, como diz uma mulher:

“Não há Eid, aqui. Não há roupas novas. Não temos nada para dar às crianças, nada para comer. Não temos gás para cozinhar. Não temos nada”.

Mas há oferta nos mercados. Faltam, talvez os compradores.

Apesar disso, com um bom pacote de dinheiro, ainda há quem consiga comprar um carneiro, para fazer a festa.

E fica a esperança de que, no próximo ano, tudo seja melhor.