Última hora

Última hora

Itália: Berlusconi desmente rumores de demissão

Em leitura:

Itália: Berlusconi desmente rumores de demissão

Tamanho do texto Aa Aa

Silvio Berlusconi desmentiu os rumores sobre uma eventual demissão da chefia do governo. A notícia foi posta a circular por dois jornais do universo mediático de Berlusconi, o que lhe conferiu alguma credibilidade. O chefe do executivo assegurou entretanto que vai manter-se no cargo embora vá pedir um voto de confiança à câmara dos deputados esta terça-feira.

Philip Pullella, da agência Reuters, explica que “a situação é extremamente volátil. Berlusconi está a ser pressionado a demitir-se pelos mercados e por membros do seu partido. Há uma rebelião nas suas fileiras, muitos consideram que a situação se tornou insustentável.”

A bolsa de Milão chegou a registar uma subida superior a 2,5 por cento quando começaram a circular os rumores; e o prémio de risco das obrigações a dez anos alcançou um novo máximo desde a criação do euro.

Para o ministro do Interior, Roberto Maroni, das duas, uma: “ou o partido consegue colocar os diferendos de parte e cerrar fileiras; ou então é preciso reconhecer que já não há uma maioria.”

Certo por agora é que esta terça-feira vão ser votadas as contas do Estado de 2010 e que em seguida Berlusconi tem a intenção de pedir um voto de confiança ao pacote de reformas económicas prometido à União Europeia e ao Banco Central Europeu.