Última hora

Última hora

Europa começa a receber gás da Rússia

Em leitura:

Europa começa a receber gás da Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

Após quatro anos de estudos e um ano e meio de trabalho, a primeira fase do gasoduto Nord Stream está concluída.

O gasoduto liga a Rússia à Europa por via marítima e faz parte da estratégia de reforço do abastecimento de gás ao continente.

O presidente russo, Dmitri Medvedev afirma que este gasoduto reforça os laços entre a Rússia e a Europa.

“O gás da Rússia e a eletricidade que vai gerar vão contribuir para a segurança no abastecimento energético aos consumidores europeus. Vamos reforçar a segurança energética e tornar a vida mais fácil para muitos europeus”, afirmou Medvedev.

Falando durante a cerimónia de inauguração, a chanceler alemã, Angela Merkel, adiantou que com este projeto e na presença de tantos representantes europeus, vamos passar a ter uma parceria segura e duradoura com a Rússia.

O novo gasoduto permite contornar a Ucrânia, foco de tensões com Moscovo. Nos últimos anos as tensões entre Kiev e Moscovo por várias vezes levaram a interrupções no abastecimento de gás à Europa.

Prevê-se que até ao fim de 2012 esteja terminada a segunda fase deste projeto que distribuirá gás a mais de 26 milhões de lares europeus.