Última hora

Última hora

Irão: relatório da AIEA reforça suspeitas sobre programa nuclear

Em leitura:

Irão: relatório da AIEA reforça suspeitas sobre programa nuclear

Tamanho do texto Aa Aa

O programa nuclear iraniano é tudo menos pacífico.

Esta é a principal conclusão do mais recente relatório da Agencia Internacional de Energia Atómica.

No documento, pode ler-se que o Irão tem vindo a trabalhar para desenvolver uma bomba atómica e que o país tem testado outras armas nucleares.

O chefe da diplomacia iraniano rejeita as acusações e insiste que não existem de provas credíveis.

O presidente diz que o relatório foi fabricado pelos Estados Unidos, o que representa uma violação dos regulamentos por parte da Agência Internacional de Energia Atómica. Mahmoud Ahmadinejad pergunta, ainda, porque não são divulgados os relatórios sobre os arsenais dos Estados Unidos e aliados.

Washington admite usar o documento para reforçar as sanções contra Teerão e convencer a Rússia e a China a seguir o exemplo. Mas a tarefa adivinha-se difícil. Moscovo já reagiu. Em comunicado o Ministério dos Negócios Estrangeiros refere que o relatório serve, apenas, para alimentar tensões e inviabilizar qualquer solução diplomática.