Última hora

Última hora

Eleições na Libéria

Em leitura:

Eleições na Libéria

Tamanho do texto Aa Aa

Já estão a ser contados os votos da segunda volta das eleições presidenciais, depois da afluência às urnas ter sido bastante fraca.

O dia de votação ficou marcado pelo apelo ao boicote feito pelo candidato Winston Tubman, que acusa o partido no poder de fraude na primeira volta e pelas cenas de violência que aconteceram esta segunda-feira. De acordo com a ONU, morreram duas pessoas e várias ficaram feridas.

A ainda presidente e candidata, Ellen Sirleaf, lamentou os confrontos e as vítimas mortais e garantiu que já está a decorrer uma investigação e que logo que sejam conhecidos os resultados, vão ser tomadas medidas.

A polícia de choque dispersou com gás lacrimogéneo contra centenas de apoiantes do candidato Winston Tubman, que lançavam pedras contra a as autoridades. A resposta foi feita com balas reais.

Duas pessoas morreram e várias ficaram feridas.

Um carro das Nações Unidas, que estava a supervisionar as eleições, foi também atacado pelos manifestantes.

Ellen Sirleaf, que recebeu o prémio Nobel da Paz 2011, é a favorita para vencer estas eleições.