Última hora

Última hora

Bruxelas reduz estimativas de crescimento da zona euro para 2012

Em leitura:

Bruxelas reduz estimativas de crescimento da zona euro para 2012

Tamanho do texto Aa Aa

A Europa está à beira de uma nova recessão. O alerta foi deixado pela Comissão Europeia. O executivo europeu reviu em baixa as próprias previsões de crescimento para os países da zona euro.

Bruxelas estima em 1,5% o crescimento para este ano. Em 2012 deverá ser apenas de 0,5 por cento, longe dos 1,8% previstos na Primavera. A retoma deverá ocorrer em 2013, prevendo-se então 1,3% de crescimento.

Ao apresentar os números esta quinta-feira, o comissário europeu para os Assuntos Económicos, Olli Rehn, reconheceu que “por agora, as estimativas para a economia europeia são más. Como sabem, esta previsão é de facto o último sinal de alerta, a recuperação da economia da União Europeia parou. Agora há o risco de nova recessão se não forem tomadas medidas”.

Os números também não são animadores em relação ao desemprego. A zona euro deverá acabar o ano com uma taxa de 10% e espera-se uma ligeira subida em 2012.

O mau desempenho da economia europeia deve-se, segundo Bruxelas, à ausência de confiança dos mercados que mina quer os investimentos quer o consumo.

A inflação essa deverá descer dos 2,6%, deste ano, para 1,7% no próximo ano.