Última hora

Última hora

Itália espera adeus de Berlusconi sem esperança para o futuro

Em leitura:

Itália espera adeus de Berlusconi sem esperança para o futuro

Tamanho do texto Aa Aa

Itália aguarda apenas pelo voto das medidas de austeridade na câmara dos deputados para dizer adeus a Silvio Berlusconi, o homem que na última década dirigiu o país durante oito anos.

A situação económica italiana é preocupante razão pela qual, Mario Monti deverá ser o sucessor de Il Cavaliere no governo de transição.

Economista de reputação mundial, Monti é visto como um tecnocrata e o homem ideal para gerir a situação. Mas mesmo assim, a imprensa não deixa de alertar para as dificuldades que vai encontrar.

O analista Gianmaria Bergantino considera que “Mario Monti é apenas um primeiro passo para Itália, porque vai criar regras de estabilidade e tentar aplicar as reformas que os países europeus pediram.”

Com ou sem Monti, os italianos estão pessimistas em relação ao futuro. Nas ruas de capital um romano diz que “não conheço Monti, mas são as pessoas que estão à sua volta que me preocupam. Nós não temos qualquer sistema político.”

“Acho que vamos ter algum equilíbrio com esta escolha. Nenhum dos dois lados do nosso espetro político conseguem lidar com as nossas necessidades reais,” defende outro residente em Roma.

E há quem tema a falência da Itália. “Eu não sei se ele vai conseguir evitar a falência. Não estou muito otimista.”

Monti deverá ser empossado na segunda-feira, uma data estratégica que visa acalmar os mercados.