Última hora

Última hora

Polónia: Confrontos no Dia da Independência

Em leitura:

Polónia: Confrontos no Dia da Independência

Tamanho do texto Aa Aa

Na Polónia, O Dia da Independência ficou marcado por alguns confrontos. O centro de Varsóvia foi palco de um desfile de organizações de extrema-direita e de uma contramanifestação anarquista. A polícia interpôs-se entre os ativistas dos dois campos. Alguns elementos da esquerda radical envolveram-se em cenas de pancadaria com a polícia. De acordo com as autoridades, foram detidas cerca de cem pessoas, muitas das quais com passaporte alemão. Os tumultos provocaram alguns feridos. De resto, a independência foi celebrada por todo o país de forma pacífica.

O presidente Bronislaw Komorowski encabeçou a cerimónia oficial na capital. No final da Primeira Guerra Mundial a Polónia recuperou a independência perdida em finais do séc. XVIII. O país esteve mais de cem anos dividido entre o império Austro-Húngaro, a Rússia e a Prússia. A chefe de Estado lituana, Dalia Grybauskaite, foi a convidada de honra da cerimónia. No discurso proferido antes dos confrontos, o presidente tinha efetuado um apelo à tolerância.