Última hora

Em leitura:

Deputados aprovam austeridade e ditam saída de Berlusconi


Itália

Deputados aprovam austeridade e ditam saída de Berlusconi

Sem surpresa, a Câmara dos Deputados italiana deu luz verde ao pacote de medidas de austeridade prometido à União Europeia.

A adoção abre caminho à demissão de Silvio Berlusconi e à formação de um novo governo. O primeiro-ministro italiano pode apresentar, ainda este sábado, a demissão ao presidente Giorgio Napolitano. Pelo menos foi o que garantiu, esta semana, depois de perder a maioria no Parlamento.

Na primeira linha para governar um executivo de emergência está o antigo comissario europeu e economista Mario Monti, que tem como prioridade tirar a Itália do abismo financeiro.

As novas medidas de austeridade devem permitir poupar quase 60 mil milhões de euros até 2014. Está previsto, por exemplo, o aumento da idade da reforma, a subida da taxa do IVA e o congelamento de salários no setor público até 2014.

A dívida pública da Itália, a terceira maior economia da Zona Euro, ascende a 1,9 biliões de euros, o correspondente a 120 por cento do Produto Interno Bruto.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Ashton inaugura delegação da UE em Tripoli