Última hora

Última hora

Itália prepara-se para virar a página

Em leitura:

Itália prepara-se para virar a página

Tamanho do texto Aa Aa

Silvio Berlusconi sabe que tem as horas contadas à frente do Governo italiano, mas não quer ficar completamente fora de jogo. Por isso reuniu-se, hoje, com o provável sucessor, Mario Monti, num almoço de trabalho.

O ainda primeiro-ministro já se mostrou a favor de um governo de unidade. Mas o seu partido, o Povo da Liberdade, está dividido porque há quem prefira eleições antecipadas. Todas as cartas estão em cima da mesa.

“As soluções políticas serão avaliadas ao mais alto nível institucional. Hoje vamos debater a nível político dentro do nosso próprio partido, o Povo da Liberdade”, explica Maurizio Gasparri, do PdL.

“Não há tempo a perder, não há espaço para malabarismos feitos sobre os ombros dos italianos. Temos de fazer um novo governo o mais rapidamente possível. Monti é a pessoa certa. É o momento da verdade, temos de agir muito rápido”, comenta Pierferdinando Casini, do UdC.

A maior parte da oposição é a favor de um governo liderado pelo ex-comissário europeu Mario Monti, excepto a Liga Norte que exige eleições antecipadas.

Este sábado, a Câmara dos Deputados deve dar luz verde ao pacote de austeridade imposto pela União Europeia. Logo depois, e como prometido, Berlusconi deverá apresentar a demissão.